set
30

Mercado de TI cresce no primeiro semestre

Author diego.santos    Category BRInfor     Tags

O mercado nacional de serviços de TI cresceu 6,1% no primeiro semestre de 2019 na comparação com o mesmo período do ano passado. A informação faz parte do estudo Semiannual Services Tracker 2019H1, da IDC Brasil. 

Entre as demandas que influenciaram o resultado estão as migrações de workloads (cargas de trabalho) para a nuvem, os serviços de suporte e consultoria para adoção de tecnologias como inteligência artificial e big data & analytics e os serviços de provedores de nuvem, que fornecem infraestrutura, plataformas ou softwares como serviço.

A área que mais se destacou no mercado de serviços de TI no primeiro semestre de 2019 foi a de serviços gerenciados.

O segmento das médias empresas foi um dos destaques do período por atrair grandes provedores de serviços com ofertas mais estruturadas. O mercado financeiro também foi importante e registrou importantes movimentações dos bancos tradicionais, fintechs e bancos digitais. 

“Os investimentos feitos pelas empresas do mercado financeiro, por exemplo, são benéficos para o cliente, que tem sua experiência de usuário mais ágil e fluida, e para o mercado como um todo, promovendo a competição e busca por excelência”, explica Luiz Monteiro, analista de pesquisa e consultoria em serviços de TI da IDC Brasil.

Veja mais sobre TI em:
https://www.brinfor.com.br

Fonte:
https://www.baguete.com.br/noticias/30/09/2019/mercado-de-servicos-de-ti-cresce-61

set
27

Você já se atualizou pra lei geral de proteção de dados?

Author diego.santos    Category BHGroup     Tags

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD ou LGPDP), Lei nº 13.709/2018[1], é a legislação brasileira que regula as atividades de tratamento de dados pessoais e que também altera os artigos 7º e 16 do Marco Civil da Internet.[2]

O Brasil passou a fazer parte dos países que contam com uma legislação específica para proteção de dados e da privacidade dos seus cidadãos.[3] Outros regulamentos similares à LGPD no Brasil são o General Data Protection Regulation (GDPR) na União Europeia, que passou a ser obrigatório em 25 de maio de 2018 e aplicável a todos os países da União Europeia (UE), [4] e o California Consumer Privacy Act of 2018 (CCPA)[5],
nos Estados Unidos da América, implementado através de uma iniciativa em âmbito estadual, na Califórnia, onde foi aprovado no dia 28 de junho de 2018 (AB 375).[6]

A legislação se fundamenta em diversos valores, como o respeito à privacidade; à autodeterminação informativa; à liberdade de expressão, de informação, de comunicação e de opinião; à inviolabilidade da intimidade,
da honra e da imagem; ao desenvolvimento econômico e tecnológico e a inovação; à livre iniciativa, livre concorrência e defesa do consumidor e aos direitos humanos liberdade e dignidade das pessoas.

Seu texto determina que todos os dados pessoais (informação relacionada à pessoa natural identificada ou identificável, como nome, idade, estado civil, documentos), só podem ser coletados mediante o consentimento do usuário. Para realizar o tratamento de dados pessoais sem o consentimento do titular, a lei prevê hipóteses específicas em seu artigo 11, inciso II.
A lei entrará em vigor 24 meses após a sua publicação no Diário Oficial da União, ou seja, a partir de agosto de 2020. As infrações deverão ser aplicadas pela ANPD.
O setor financeiro é o que se movimentou mais rapidamente, com 31,8% de suas empresas já adaptadas. No campo oposto, o segmento de saúde segura a lanterna do ranking, com apenas 8,7% das empresas estruturadas para seguir a lei.
Na área de comércio e varejo, 17,9% das companhias se dizem prontas.
Fonte: Wikipedia; Estado de Minas

Entre em contato para manter a sua empresa atualizada:


https://www.brinfor.com.br/contato/

set
12

Os perigos das imobiliárias virtuais

Com as startups, surgiram as imobiliárias virtuais que tem gerado dúvidas ao alugarem imóveis sem qualquer garantia, especialmente quando prometem arcar com o pagamento dos aluguéis, encargos e dos danos dos imóveis sem apresentarem patrimônio capaz de dar segurança aos locadores.

Muitas dessas startups, sem conhecer o mercado imobiliário, garantem segurança aos proprietários sem comprovação gerando grandes prejuízos. A Vendere Imóveis tem 12 anos de mercado e pode afirmar que a maioria dessas startups não conhecem nem mesmo o processo de locação e os riscos envolvidos.

O aumento do volume de inadimplência no Brasil, que tem batido recordes (63 milhões de inadimplentes que representam 42% da população produtiva), tem indicado a necessidade dos locadores evitarem riscos que podem se agravar com a impossibilidade do Poder Judiciário decidir as questões com celeridade.

Além dos locadores muitos condomínios estão tendo prejuízos com atrasos de repasses dessas startups, pois, muitas vezes oferecem garantias de seguradoras pequenas não regulamentadas que são incapazes de arcar com o alto volume de inadimplência atual do mercado, deixando o condomínio veraneável e sem dinheiro em caixa.

Para piorar muitos locadores não sabem que a garantia oferecida por essas startups são de valores bem abaixo do valor real do imóvel e muitas trabalham com uma garantia de até R$ 50.000,00 para cobrir danos nos imóveis. Existem imóveis avaliados por mais de R$ 1.000.000,00 (Hum milhão de reais) com essas garantias, um absurdo.

O Creci-MG junto a OAB/MG tem discutido bastante esse assunto principalmente de alguns empresários querer eliminarem o corretor de imóveis para serem mais competitivos aumentando os riscos dos locadores terem prejuízos e perdendo os benefícios de uma boa administração imobiliária.

Seu patrimônio é muito importante para a Vendere, não deixe-o na mão de qualquer empresa, principalmente virtual.

Maiores informações visite nosso site: www.vendereimoveis.com.br

CRECI: PJ3572

ago
21

Cai taxa de financiamento imobiliário

Author diego.santos    Category BHGroup, Vendere Imóveis     Tags

O governo federal anunciou ontem, 20/08/2019, uma nova taxa de crédito imobiliário.

A nova linha vai manter uma taxa de juros entre 2,95% e 4,95% ao ano em comparação a antiga taxa que variava entre 8,5% e 9,75%.
A medida que começa a valer a partir do dia 21/08/2019, abaixa a taxa de juros em imóveis novos e usadas, com contratos enquadrados no Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).
Recursos do FGTS também poderão ser usados, em imóveis até R$ 1,5 milhão.

A taxa de juros mais baixa será oferecido para servidores públicos, a expectativa da CAIXA é fechar 50 mil novos financiamentos.
A modalidade é vantajosa a todos, mas, principalmente a classe média com maior poder de compra que pode oferecer uma entrada maior. As condições podem ficar mais complicadas dependendo do sistema de amortização.


Na tabela Price, o comprador poderá financiar somente 70% do imóvel e comprometer apenas 15% da renda com parcelas. No Sistema SAC, o prazo máximo cai de 35 para 30 anos e só é possivel 15% da renda. Nessa nova modalidade famílias que
antes não conseguiam um financiamento passaram a ter acesso. Como o novo modelo é atrelado a inflação, os riscos em investimentos são maiores mesmo com parcelas mais baratas já que variariam de acordo com a inflação anual.

Se gostou da boa noticia dê uma olhada no site de uma das empresas da BHGroup:
http://www.vendereimoveis.com.br/

Entenda mais na matéria da Band:

jul
29

Mercado de seguros cresce no primeiro quadrimestre

Author diego.santos    Category Zap Seguros     Tags

O faturamento do mercado de seguros brasileiro, recebeu alta de 4,9%. Esse crescimento não inclui dados de saúde suplementar, nem do seguro DPVAT.

As maiores expansões no ramo de seguros foram:
Marítimos e Aeronáuticos-52,5%
Créditos e Garantias-38,4%
Patrimoniais-16,1%
Planos de risco em cobertura de pessoas-14,8%

Alexandre Leal, diretor técnico e de Estudos da Confederação Nacional das Seguradoras (CNSEG), informou que no seguro de danos e responsabilidades, a principal carteira do segmento, que é a carteira de automóveis, que representa quase 50% da arrecadação do ramo, não apresentou crescimento nos quatro primeiros meses de 2019, mas teve pequena queda de 0,4%. Enquanto isso, outros ramos menos relevantes em termos de arrecadação tiveram crescimento muito bom. “É o caso de seguros patrimoniais, com 16% de ganho, ou crédito garantido, mais de 38% de ganho”.

A expectativa da confederação é de crescimento em torno de 6,9% para o setor como um todo em 2019, abaixo da previsão efetuada em fevereiro deste ano de 7,1%.

Confira mais sobre seguros: https://zapseguros.com.br

Fonte: Agencia Brasil

Maio
30

Venda de imóveis cresce 10% no 1º trimestre

Author bhgroup    Category Vendere Imóveis     Tags

Apesar da paralisia da economia, do desemprego alto e da perspectiva de que o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre tenha sido negativo, o mercado imobiliário aumentou lançamentos e conseguiu vender um número de imóveis residenciais quase 10% maior nos três primeiros meses do ano, em comparação com o mesmo período de 2018, segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic).

Ainda que positivos, os resultados de lançamentos e vendas deixaram uma sensação agridoce no setor – se por um lado, as empresas comemoram o aumento nas vendas, a expectativa era de um início de ano bem melhor. Com a crise entre os Poderes, que impacta no calendário de reformas e reduz a segurança tanto do empresário quanto do consumidor, a impressão é a de que 2019 deve ser um ano de crescimento, mas em um ritmo ainda fraco.

De janeiro a março, foram lançadas 14,7 mil unidades residenciais, de acordo com a Cbic, alta de 4,2% em relação ao primeiro trimestre de 2018. Nesse período, foram vendidos 28,7 mil imóveis, ante 26,1 mil nos três primeiros meses do ano anterior, alta de 9,7%.

“É um resultado positivo que sem dúvida deve ser comemorado, mas, dada a queda que o setor teve durante a recessão, a fraqueza do mercado no ano passado e a esperança de que a eleição reduzisse as incertezas, a expectativa era de que as vendas tivessem crescido pelo menos 15% no período”, afirma José Carlos Martins, presidente da entidade. “As construtoras esperavam que, passadas as incertezas de 2018, a agenda de reformas seria tocada com prioridade, a economia embalaria e o primeiro trimestre seria melhor.”

Fonte: Folha de SP

abr
14

Resultado Zap Seguros 2019

A Zap Seguros começou o primeiro trimestre de 2019 com crescimento de 13% comparado ao primeiro trimestre de 2018.

O bom resultado vem das inovações tecnológicas aplicadas na empresa. O novo site, as novas implantações no sistema e a nova rede de corretores tem ajudado gerar mais leds que por sua vez geram mais negócios.

Outro fator importante e que com novo governo as expectativas de melhora na economia já começam gerar resultados. Ainda dependemos da aprovação da Reforma da Previdência, mas o mercado de seguro já dá sinais de melhora.

Conheça o novo site da zapseguros.com.br e dê sua opinião.

mar
28

BRInfor implanta solução de segurança no TCESP

A BRInfor implantou mais de 2.800 licenças de Endpoint incluindo recursos de DLP no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

O projeto virou referência no Brasil, sendo a primeira empresa a implantar a solução ESET Enterprise Inspector neste país.

O projeto abre portas para outros órgãos governamentais ou empresas que desejam elevar a proteção de Endpoints em seu parque.

Por questões de segurança detalhes desse projeto não podem ser revelados, mas as empresas que tiverem interesse em conhecer o produto solicitando uma POC (Proof of Concept) prova de conceito.

Maiores informações podem ser consultadas no site da BRInfor: https://brinfor.com.br

fev
20

Novos Planos de Sáude Zap Seguros

A Zap Seguros está com novos planos de saúde coletivos via Qualicorp.

São planos das mais conceituadas Operadoras de Saúde do País, que oferecem os mais respeitados médicos, clínicas, hospitais e laboratórios.

Com a coparticipação, ao utilizar o plano, você contribui com um pequeno valor nos procedimentos realizados e paga mensalidades mais baratas.

Você pode contratar coberturas adicionais ao Rol de Procedimentos previstos pelas leis do setor, além de benefícios especiais.

Conheça as operadoras:

  • Sulamérica
  • Bradesco
  • Amil
  • Unimed
  • Unimed BH
  • Amil One
  • Salutar
  • Amil Fácil
  • Vitallis
  • Promed
  • Mapfre Saúde
  • DoctorClin

Acesse hoje mesmo o site da Zap Seguros e solicite uma cotação on-line.

nov
29

BHLife Corretora de Seguros agora é Zap Seguros

Desde 2012 trabalhando de maneira tradicional no mercado de Seguros, descobrimos que era hora de inovar. Nosso novo modelo de negócio é baseado em uma “startup” com foco na inovação e simplicidade nos processos.

Foi ai que fundamos a Zap Seguros, fundada em 2018 é uma empresa que veio para inovar em corretagem de seguros em todo Brasil.

Nossa missão é proteger nossos clientes, sua família e/ou seu patrimônio utilizando-se da tecnologia para simplificar a contratação e a utilização do seu seguro.

Nossa visão é em 3 anos ser uma das mais inovadoras Corretora de Seguros do Brasil.

Nossa matriz está localizada na Rua José Rodrigues Pereira 819 Loja 07 Estoril, Belo Horizonte, MG, CEP:30455-640.

Estamos devidamente regularizada pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) registro nº 10.2018535.9 habilitada em todos os ramos de seguros.

Conheça mais sobre nossa empresa: https://zapseguros.com.br

 

Posts recentes

Arquivos

Categorias

Redes Sociais