Navegar pelos artigos por categoria BHGroup
jul
5

Pesquisa revela que agilidade será essencial para o sucesso das empresas em 2021

Author bhgroup    Category BHGroup     Tags

A pandemia ensinou às empresas de todos os portes que a capacidade de resposta do cliente é crítica não apenas para o sucesso dos negócios, mas principalmente para a sobrevivência. No ano passado, as organizações tiveram que mudar para novos modelos de negócios para se adaptar rapidamente ao comportamento digital do consumidor.

Novos dados divulgados hoje pelo Zendesk mostram que, embora as organizações reconheçam a importância de se antecipar e se adaptar às necessidades dos clientes, apenas 9% dos líderes de negócios e 11% dos gerentes e administradores realmente demonstraram ter o conjunto mínimo de competências de agilidade necessárias para serem classificados como “líderes de mercado”.

No entanto, pode ser difícil para as empresas entender por onde começar em sua jornada de agilidade. Enquanto as organizações ao redor do mundo buscam como se recuperar de mais de um ano de incertezas e se preparam para estar prontas às tendências emergentes, a pesquisa Agilidade em Ação da Zendesk explora como as organizações podem adotar uma mentalidade ágil. As principais descobertas incluem:

Ofereça mais opções, com mais frequência: a maioria (75%) dos clientes latinoamericanos são mais ou muito mais propensos a comprar de uma empresa que oferece a abordagem preferencial de serviço, como a escolha do canal certo, bem acima da média global (49%). Entretanto, muitas empresas ainda estão perdendo oportunidades valiosas de ouvir seus clientes onde eles estão. Apenas 34% das empresas de médio porte oferecem três ou mais canais para seus clientes, e esse número cai para 32% para ferramentas corporativas.

Coloque a voz do cliente em primeiro lugar: o feedback do cliente pode funcionar como um sinal de alerta ou uma “bola de cristal” para tendências futuras. Os líderes ágeis têm 4,7 vezes mais probabilidade de relatar as métricas do cliente em tempo real, tornando mais fácil usar a análise de CX para reconhecer e responder a essas mudanças.

Esteja pronto para a mudança: os líderes são consistentemente mais flexíveis sobre as mudanças na forma como os agentes de suporte ao cliente trabalham. Na verdade, 61% oferecem condições de trabalho remoto e 54% oferecem horários de trabalho alternativos.

As ferramentas certas para suporte: para estarem prontas para um cenário de mudanças contínuas, as empresas estão adotando estruturas enxutas e flexíveis tanto para a tecnologia quanto para sua implementação. As principais áreas de investimento identificadas são: expandir ou adicionar automação de processos de negócios (33%); investir em tecnologia de CX que se ajusta facilmente às suas necessidades (29%); e adição e/ou expansão de recursos de IA ou machine learning (28%).

A pesquisa também revelou que as empresas que lideraram no investimento em ferramentas, processos e cultura para agilidade tiveram retornos positivos. Em particular:

A agilidade está ligada à economia de custo e tempo: as empresas ágeis estavam em melhor posição para reduzir os custos operacionais no ano passado. Quase um quarto dos líderes de negócios relatam que ser altamente ágil reduziu os custos em 25% ou mais.

O potencial de CX como um impulsionador da receita: as empresas estão percebendo cada vez mais o valor da adaptação às necessidades do cliente à medida que os call centers assumem uma nova função. Mais da metade (52%) dos líderes de negócios de pequenas empresas enxergam CX principalmente como um impulsionador de receita; e menos de um quarto (24%) veem isto como um centro de custo. Esse número sobe para empresas de médio porte, com quase dois terços (63%) delas vendo CX principalmente como um impulsionador de receita.

“Entramos na era imperativa da agilidade em que, para atender às necessidades dos clientes de hoje e ficar à frente da curva competitiva, as organizações não têm escolha a não ser tornar-se ágeis”, disse Jeff Titterton, COO da Zendesk. “Os clientes querem experimentar uma jornada completa – e eles querem que seja mais conveniente e simples do que nunca, apesar dos desafios trazidos pela pandemia. Investir nas ferramentas certas para entender e responder às preferências do cliente; remover lacunas de conhecimento interno e processos rígidos; e investir em tecnologia moderna são ações essenciais que as empresas devem realizar para aumentar sua agilidade e alcançar o sucesso a longo prazo.”

Para entender melhor como as empresas estão pensando e se tornando mais ágeis, a Zendesk consultou cerca de 8 mil clientes, líderes, gerentes e agentes de atendimento e experiência do cliente. Também foram analisados os dados de mais de 90.000 clientes da Zendesk em 175 países.

dez
9

Economia brasileira se recupera no 3º trimestre

Author bhgroup    Category BHGroup     Tags

economia brasileira cresceu 7,7% no terceiro trimestre do ano em comparação com o período imediatamente anterior, recuperando parte os 9,7% perdidos de julho a setembro, em função da pandemia de covid-19.

O dado foi divulgado na manhã desta quinta-feira (3) pelo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A expectativa do mercado ficava em torno de uma alta de 8,7% no período.

Na comparação anual, o Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma dos bens e serviços produzidos no país, mostrou retração de 3,9%, pouco maior do que os 3,5% esperados pelos analistas de mercado para a comparação. 

Com o resultado, a economia do país se encontra no mesmo patamar de 2017, com uma perda acumulada de 5% de janeiro a setembro, em relação ao mesmo período de 2019, diz o instituto.

Destaques

O mairo destaque do período foi a Indústria, que cresceu 14,8% na margem. Dentro do setor, quem puxou o avanço foi o setor de Transformação, com alta de 23,7%.

Os Serviços, por sua vez, responsáveis pelo maior peso na economia, e que têm tido mais dificuldade de se recuperar do baque inicial, aumentaram 6,3%, sem recuperar os 9,4% que perderam no segundo trimestre.

Fonte: Exame

jul
28

Empresas inadimplentes não serão excluídas do Simples em 2020

Author bhgroup    Category BHGroup     Tags

Medida visa ajudar pequenos negócios afetados pela pandemia

Micro e pequenas empresas inadimplentes com o Simples Nacional não serão excluídas do regime especial em 2020, informou ontem (27) a Receita Federal. O Fisco atendeu a pedido do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e decidiu suspender o processo de notificação e de expulsão do regime como forma de ajudar os pequenos negócios afetados pela pandemia do novo coronavírus.

Em 2019, mais de 730 mil empresas foram notificadas para exclusão do Simples por débitos tributários. Desse total, cerca de 224 mil quitaram os débitos e 506 mil empresas acabaram excluídas do regime.

De acordo com o Sebrae, a manutenção das empresas no Simples Nacional, regime que unifica a cobrança de tributos federais, estaduais e municipais num único boleto, representa uma ação importante para impulsionar a recuperação dos negócios de menor porte, que tiveram prejuízos com a paralisação das atividades.

Segundo levantamento do Sebrae e da Fundação Getulio Vargas (FGV), os pequenos negócios começam a recuperar-se da crise provocada pela pandemia de covid-19. O percentual de perda média do faturamento, que chegou a 70% na primeira semana de abril, estava em 51% na pesquisa mais recente, realizada entre 25 e 30 de junho. Foram ouvidos 6.470 proprietários de negócios em todo o país, entre microempreendedores individuais, micro empresas e empresas de pequeno porte.

O que é o Simples Nacional?

O Simples Nacional é um regime de arrecadação e fiscalização de tributos para às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. Abrange os seguintes tributos: IRPJ, CSLL, PIS/Pasep, Cofins, IPI, ICMS, ISS e a Contribuição para a Seguridade Social destinada à Previdência Social a cargo da pessoa jurídica (CPP). Todos os tributos abrangidos são recolhimentos mediante documento único de arrecadação – DAS.

Clique aqui e leia mais notícias

jun
30

Ministro diz que empréstimos ainda não são suficientes

Author bhgroup    Category BHGroup     Tags

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reconheceu hoje que os empréstimos para atender as empresas não foram suficientes até agora. Guedes participa de audiência pública virtual, promovida pela Comissão do Congresso que acompanha a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas ao coronavírus (covid-19). “Tenho a maior franqueza em reconhecer que, na parte de crédito, ele não foi satisfatório até o momento, e nós continuamos aperfeiçoando o nosso programa para o dinheiro chegar à ponta, que era a maior reclamação”, disse.

Mais noticias:

Queda taxa SELIC
Corretora ou Seguradora

Guedes afirmou que o governo tem um “time técnico muito bom”, mas a demanda por crédito cresceu muito. Ele citou o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, e os presidentes de bancos públicos. “Como [a pandemia] travou o país inteiro, a necessidade de capital de giro triplicou, quadruplicou. Então, mesmo expandindo o crédito, como expandimos, a verdade é que continuou insuficiente. Continuamos, o tempo inteiro, aperfeiçoando os programas em busca de um melhor desempenho”, disse. Por outro lado, Guedes disse que o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEM) foi bem-sucedido. “No mercado formal americano, em cinco, seis semanas, demitiram 30 milhões.

Fonte: UOL

Siga as empresas de nosso grupo:
BRInfor
Zap Seguros
Vendere Imóveis

mar
5

Disfarces mais usados em assaltos à condomínios

Author diego.santos    Category BHGroup     Tags

A BHGroup deixa algumas dicas de quais são e como evitar os disfarces

Funcionário de concessionárias, dos Correios, telefonia e de serviços públicos:

Como entram:
Alegam ter de fazer reparos dentro de algumas unidades, ou no caso do carteiro, ter de entregar em mãos a correspondência.

Como evitar:
• Pedir crachá com foto.
• Caso o morador não esteja, ligar na empresa para conferir se aquela pessoa realmente é funcionário.

Oficial de justiça ou advogado

Como entram:
Procuram forçar a entrada no condomínio sem se identificar, ou apresentando documentos e identidades falsos.

Como evitar:
Orientar o porteiro para não mudar os procedimentos de segurança de acordo com a aparente autoridade de quem quer que seja. Só permitir a entrada se o morador autorizar.

“Autorizado pelo telefone”

Como entram:
Alguém, se passando por morador, autoriza a entrada de um terceiro pelo telefone.

Como evitar:
O porteiro deve ter uma relação com os telefones de todos os moradores. Só após falar com o morador pelo contato da portaria deve-se liberar.

Pensando em comprar um imóvel? Clique aqui

Falso policial

Como entram:
Homens chegam trajados com roupas da polícia e exigem entrar no condomínio, às vezes com carros adesivados que imitam os da polícia.

Como evitar:
Não deixar ninguém entrar sem ser autorizado, mesmo que seja policial. A polícia não pode invadir o condomínio sem um mandato de busca e apreensão, por exemplo.

Carro clonado do morador

Como entram:
Usam carro com as mesmas características de um morador para entrar no condomínio. Embicam o carro e, por conhecer o carro, o porteiro abre a garagem.

Como evitar:
Só abrir se o morador sair do carro ou mostrar o rosto e se identificar. Ideal é ter câmeras que focalizem o rosto do motorista ao chegar.

Falsa grávida

Como entram:
Mulher se passando por grávida finge estar passando mal. Companheiro pede para usar o telefone da portaria para ligar para médico.

Como evitar:
O porteiro pode ligar ele mesmo para uma ambulância, caso veja que o caso é grave. Mas não deve sair da portaria e nem deixar ninguém entrar no condomínio.

Mulher bonita e vestida de maneira provocante

Como entram:
Mulher chega de noite, geralmente para visitar um morador solteiro. Pede para não anunciada pois “ela é a surpresa”.

Como evitar:
O porteiro deve ser extremamente cauteloso e não deixar ninguém entrar.

Corretor de imóveis

Como entram:
Bem vestido, em geral num grupo de dois ou três, apresenta-se como corretor de imóveis e diz que vai visitar determinado apartamento.

Como evitar:
• Confirmar se morador requisitou a presença do corretor. Se não, não permitir a entrada, mesmo que o morador permita.
• Alertar porteiros para não deixar desconhecidos entrarem, mesmo que estejam “bem vestidos”.

Agente de fiscalização da dengue

Como entram:
• Geralmente dois ou três homens com coletes e uma maleta de plástico • Dizem que são funcionários da prefeitura ou terceirizados.

Como evitar:
Pedir documentos e crachás com fotos. Porteiro deve ligar para a prefeitura –e não para número que constar no crachá.

Menino assaltado

Como entram:
Menino pede para usar o telefone para ligar para o pai.

Como evitar:
Porteiro pode ligar ele mesmo para o pai da criança, de dentro da portaria. Não deve, porém, dar o telefone para o menino e nem deixá-lo entrar no condomínio.

Entregador de encomendas

Como entram:
1. diz que vai subir em determinada unidade para entregar;
2. Chama o condômino ou um empregado seu para receber, e o rende assim que a porta é aberta.

Como evitar:
• Não permitir a subida de entregadores às unidades, em nenhuma hipótese.
• Antes de abrir o portão para receber a encomenda, o porteiro deve confirmar se o respectivo condômino a aguarda.
• No caso de flores e presentes surpresa, o melhor é que o próprio porteiro receba.
• O ideal é instalar um “passador” de encomendas, para não abrir o portão nestes casos .

O “bem vestido”

Como entram:
• Aproveita-se da entrada de uma pessoa no prédio para “pegar uma carona” no portão aberto dos pedestres.
• Para não despertar suspeitas, diz alguma coisa para a pessoa que está entrando, parecendo ao porteiro que ambos se conhecem.

Como evitar:
• Outra vez, vale a atenção do porteiro. Se ficar na dúvida se conhece ou não a pessoa que entrou, deve abordá-la e perguntar para que unidade se dirige.
• Não deixar que dois visitantes distintos entrem simultâneamente .

O “Conhecido”

Como entram:
• Aproveita-se da entrada de uma pessoa no prédio para “pegar uma carona” no portão aberto dos pedestres .
• Para não despertar suspeitas, diz alguma coisa para a pessoa que está entrando, parecendo ao porteiro que ambos se conhecem .

Como evitar:
• Outra vez, vale a atenção do porteiro. Se ficar na dúvida se conhece ou não a pessoa que entrou, deve abordá-la e perguntar para que unidade se dirige .
• Não deixar que dois visitantes distintos entrem simultâneamente.

De carro

Como entram:
• Embicam o carro na garagem e buzinam
• Como “passageiros” de veículos de entrega que entram na garagem

Como evitar:
O porteiro deve ser extremamente rigoroso na identificação do carro e do motorista. Jamais abrir o portão para veículos que não se identificam.

Mais noticias em: https://bhgroup.com.br/noticias/

Fonte: Sindico Net

set
27

Você já se atualizou pra lei geral de proteção de dados?

Author diego.santos    Category BHGroup     Tags

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD ou LGPDP), Lei nº 13.709/2018[1], é a legislação brasileira que regula as atividades de tratamento de dados pessoais e que também altera os artigos 7º e 16 do Marco Civil da Internet.[2]

O Brasil passou a fazer parte dos países que contam com uma legislação específica para proteção de dados e da privacidade dos seus cidadãos.[3] Outros regulamentos similares à LGPD no Brasil são o General Data Protection Regulation (GDPR) na União Europeia, que passou a ser obrigatório em 25 de maio de 2018 e aplicável a todos os países da União Europeia (UE), [4] e o California Consumer Privacy Act of 2018 (CCPA)[5],
nos Estados Unidos da América, implementado através de uma iniciativa em âmbito estadual, na Califórnia, onde foi aprovado no dia 28 de junho de 2018 (AB 375).[6]

A legislação se fundamenta em diversos valores, como o respeito à privacidade; à autodeterminação informativa; à liberdade de expressão, de informação, de comunicação e de opinião; à inviolabilidade da intimidade,
da honra e da imagem; ao desenvolvimento econômico e tecnológico e a inovação; à livre iniciativa, livre concorrência e defesa do consumidor e aos direitos humanos liberdade e dignidade das pessoas.

Seu texto determina que todos os dados pessoais (informação relacionada à pessoa natural identificada ou identificável, como nome, idade, estado civil, documentos), só podem ser coletados mediante o consentimento do usuário. Para realizar o tratamento de dados pessoais sem o consentimento do titular, a lei prevê hipóteses específicas em seu artigo 11, inciso II.
A lei entrará em vigor 24 meses após a sua publicação no Diário Oficial da União, ou seja, a partir de agosto de 2020. As infrações deverão ser aplicadas pela ANPD.
O setor financeiro é o que se movimentou mais rapidamente, com 31,8% de suas empresas já adaptadas. No campo oposto, o segmento de saúde segura a lanterna do ranking, com apenas 8,7% das empresas estruturadas para seguir a lei.
Na área de comércio e varejo, 17,9% das companhias se dizem prontas.
Fonte: Wikipedia; Estado de Minas

Entre em contato para manter a sua empresa atualizada:


https://www.brinfor.com.br/contato/

ago
21

Cai taxa de financiamento imobiliário

Author diego.santos    Category BHGroup, Vendere Imóveis     Tags

O governo federal anunciou ontem, 20/08/2019, uma nova taxa de crédito imobiliário.

A nova linha vai manter uma taxa de juros entre 2,95% e 4,95% ao ano em comparação a antiga taxa que variava entre 8,5% e 9,75%.
A medida que começa a valer a partir do dia 21/08/2019, abaixa a taxa de juros em imóveis novos e usadas, com contratos enquadrados no Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).
Recursos do FGTS também poderão ser usados, em imóveis até R$ 1,5 milhão.

A taxa de juros mais baixa será oferecido para servidores públicos, a expectativa da CAIXA é fechar 50 mil novos financiamentos.
A modalidade é vantajosa a todos, mas, principalmente a classe média com maior poder de compra que pode oferecer uma entrada maior. As condições podem ficar mais complicadas dependendo do sistema de amortização.


Na tabela Price, o comprador poderá financiar somente 70% do imóvel e comprometer apenas 15% da renda com parcelas. No Sistema SAC, o prazo máximo cai de 35 para 30 anos e só é possivel 15% da renda. Nessa nova modalidade famílias que
antes não conseguiam um financiamento passaram a ter acesso. Como o novo modelo é atrelado a inflação, os riscos em investimentos são maiores mesmo com parcelas mais baratas já que variariam de acordo com a inflação anual.

Se gostou da boa noticia dê uma olhada no site de uma das empresas da BHGroup:
http://www.vendereimoveis.com.br/

Entenda mais na matéria da Band:

abr
30

Feriado – Dia do Trabalho

Prezados Clientes, Parceiros e Fornecedores,

Informamos que não haverá expediente nas Empresas BHInfor, BHLife e Vendere no dia 01/05/2014 – quinta-feira (Dia do Trabalho – feriado nacional).

Retornaremos com todas às nossas atividades normalmente na sexta-feira dia 02-05-2014.

Bom feriado a todos.

 

abr
9

BHGroup foi indicada para receber o Prêmio de Qualidade Brasil 2014

Author bhgroup    Category BHGroup     Tags

Mais uma vez a BHGroup foi destaque na qualidade em seus produtos e serviços prestados. Essa indicação reforça, como ao longo de todos os anos do Grupo, a satisfação de nossos clientes nacionais e internacionais com nossas empresas.

O PRÊMIO QUALIDADE BRASIL é organizado pela Associação Prêmio Qualidade Brasil e analisado pela TQCS (Total Quality Control & Service), resultado de uma parceria de trinta e sete anos de tradição promovendo certificação com o Selo Internacional de Qualidade e laureando empresas de todo o Brasil que se destacam por sua excelência na qualidade de produtos e/ou serviços que tem por objetivo incentivar a qualidade em todos os níveis, premiando empresas com destaque na Gestão de Qualidade e resultado final junto ao mercado consumidor além de identificar e destacar, dentre os fornecedores de produtos e serviços de vários setores da economia nacional, as marcas de empresas ou produtos que, segundo a óptica dos seus consumidores, clientes e fornecedores, têm a sua preferência e por isso merecem ser homenageadas através da premiação.

Agradecemos todos que nos proporcionaram mais essa indicação e todos os nossos clientes que são nosso motivo de existência.

Maiores informações: http://www.bhgroup.com.br/premios.php

ago
15

BHGroup é indicada para Prêmio Qualidade das Américas 2013

Author bhgroup    Category BHGroup     Tags

Conforme constatada a qualidade dos produtos e serviços prestados a BHGroup hoje faz parte do seleto grupo de Empresas participantes do Prêmio Qualidade das Américas 2013.

A cerimônia de gala da entrega do Prêmio Qualidade das Américas, será realizada no dia 23 de Novembro 2013 no Fiesta Bahia Hotel, Salvador onde irá reunir aproximadamente 400 participantes entre empresários, executivos, autoridades, jornalistas e convidados.

http://www.bhgroup.com.br/premios.php

 

Posts recentes

Arquivos

Categorias

Redes Sociais